In estudos, vida cristã

Graça e Paz!

A igreja que estudaremos hoje é de Pérgamo, a igreja que permitia que tudo acontecesse dentro da igreja para agradar as pessoas

Preste muita atenção a esta mensagem e permita que o Espírito de Deus fale ao seu coração Quem tem ouvidos ouça o que o Espírito diz as Igrejas.

  • A Igreja de Pérgamo

igreja

PÉRGAMO – (Ap 2.12-17)
Abrangência/época: De 312 a 600.
Significado: Casamento.
Fato crítico: Segue as doutrinas de Balaão e dos Nicolaítas – v14-15.
Elogio: Honra o nome de Cristo – v13.
Exortação: Buscar o arrependimento – v16.
Galardão ao que vencer: Maná escondido e uma pedra branca com um novo nome – v17.
Significado histórico: Casamento com o Estado.

Identificação
Pérgamo era uma cidade localizada em cima de uma colina com cerca de 300m acima do nível do mar.
Uma fortaleza natural. A moderna cidade contava ainda com uma boa cultura predominantemente grega e, portanto, avançada, e uma biblioteca com cerca de 200 mil volumes, segundo comentários da Bíblia de Estudo – Aplicação pessoal (CPAD).
O deus principal de Pérgamo possuía a forma de serpente.
Era o deus da saúde, talvez o Esculápio – o deus da Medicina, representado também por serpentes.
Mas, além desse deus, Pérgamo possuía três outras seitas que veneravam Dionísio, Zeus e Atenas.
Em 29aC um templo ao imperador chegou a ser erguido na cidade, corroborando para a fama de cidade onde estava o “trono de Satanás” (v13).
A Carta
O “Trono de Satanás”, em Pérgamo (Ap 2.13), faz referência ao fato de que aquela cidade era o centro do culto ao imperador na província da Ásia, sendo a cidade dominada por um gigantesco altar a Zeus, na colina próxima.
O “maná” prometido aos vencedores simbolizava a vida eterna (Ap 2.17).
O simbolismo da “pedra branca”, inscrita com um novo nome e conferida aos vencedores significa que eles têm de entrar na vida eterna.
Os ensinos de Balaão: Balaão ensinou as mulheres midianitas a seduzir os israelitas (Nm 25.1-2).
Trata-se de protótipo perfeito dos mestres corruptos que enganam os crentes, levando-os a um meio-termo com o mundanismo. Alimentos sacrificados a ídolos, imoralidade.

A mensagem de Jesus a Pérgamo
Esta carta é um brado de Jesus a sua igreja contemporânea
Essa carta é endereçada a mim e a você
Não é uma mensagem diante de nós, mas diz respeito a nós
Examinaremos não apenas um texto antigo, mas sondaremos nosso próprio coração a luz dessa verdade eterna
Esta igreja estava complacente com o mundo e com o liberalismo mundano
Como a igreja pode permanecer na verdade sem se misturar com as heresias e com o mundanismo?
A palavra pérgamo significa casado e a igreja precisa se lembrar que está comprometida com Cristo, é a noiva de Cristo e por isso precisa permanecer, santa, incontaminada e pura.
No livro de Apocalipse o sistema do mundo que está entrando na igreja é definido como a grande Babilônia, a mãe das meretrizes, enquanto a igreja é definida como a noiva de Cristo
O ponto central desta carta é alertar a igreja sobre o risco da perigosa mistura do povo de Deus com o engano doutrinário e com a imoralidade do mundo.
Jesus como remédio para seus males
Pérgamo estava se misturando com o mundo e perdendo o senso da verdade
Jesus se apresenta como aquele que tem a espada afiada de dois gumes, que exerce o juízo e separa a verdade do engano e Pérgamo estava em conflito entre a verdade e o engano (Ap 2.14)
A igreja de Pérgamo tinha gente tão comprometida com Deus a ponto de chegarem a ser martirizados (Ap 2.13)
Mas tinha também, gente que caía diante da sedução do pecado (Ap
2.14)
• A igreja de Pérgamo estava misturada com o engano, então Jesus a adverte: “Portanto arrepende-te! Se não te arrependeres, logo virei contra ti e lutarei contra eles com a espada da minha boca” (Ap 2.16)

Jesus anda no meio da igreja
Pérgamo era o lugar onde estava o trono de Satanás
Ali ficava o centro do culto a Esculápio, o deus serpente, símbolo até hoje da medicina
A igreja estava sendo influenciada pela cultura a sua volta mais do que influenciando o seu meio
O mundo estava na igreja mais do que a igreja no mundo
Vivemos ainda hoje essa dolorosa realidade a de uma igreja mundana
Os crentes hoje frequentam os mesmos ambientes, ouvem e veem as mesmas coisas que aqueles que não temem a Deus
Os crentes estão absorvendo de tal maneira a cultura a sua volta que não são mais diferentes nem fazem a diferença
A igreja evangélica brasileira cresce espontaneamente, mas vemos que a sociedade não muda com este crescimento, o que está acontecendo, onde está o erro, que evangelho é este que não transforma as pessoas?
Pois somos o sal que perdeu o sabor ou como a luz debaixo do alqueire
Precisamos de uma igreja santa, uma igreja que esteja no mundo, mas que não viva como o mundo
Pérgamo não é apenas um emblema do passado, mas sobretudo um alerta ao presente
Jesus anda no meio da igreja
O vencedor receberá o maná escondido, uma pedrinha branca, na qual está escrito um novo nome que ninguém conhece, a não ser aquele que o recebe (Ap 2.17)
Para uma igreja que se misturava com o mundo, o vencedor recebe a promessa de absolvição no juízo e não de condenação com o mundo
Aqueles que amam o mundo, são amigos do mundo, conformam-se com o mundo e portanto serão julgados e condenados com o mundo
Mas aqueles que são íntegros e fiéis a Deus, mesmo vivendo no mundo recebem perdão, absolvição
Nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus
Fomos justificados, nossa dívida foi paga, Jesus morreu nossa morte e nos deu a vida
Receberemos a pedrinha branca, dizendo-nos que em virtude dos méritos de Cristo, somos aceitos no reino celestial
Receberemos um novo nome, pois pertenceremos a família de Deus, seremos herdeiros de Deus e entraremos na cidade santa pelas portas

• Primeiro: Uma igreja instalada no meio do acampamento de satanás (Ap 213)
Pérgamo, uma cidade com passado glorioso
Historicamente a cidade mais importante da Ásia
Foi a capital da Ásia por quase 400 anos
Pérgamo tornou-se a capital da província romana da Ásia
• Segundo: Era um importante centro cultural
Era famosa por sua biblioteca que possuía mais de 200.000 pergaminhos, era a segunda maior do mundo perdendo apenas para a de Alexandria
O pergaminho deriva-se de Pérgamo
Terceiro: Pérgamo era um destacado centro de paganismo religioso
Em Pérgamo, haviam muitos altares para vários deuses, lá ficava um famoso templo dedicado a Zeus, considerada uma das oito maravilhas do mundo antigo
Todos os dias se levantava a fumaça dos sacrifícios prestados a Zeus
Outro dado importante é que em Pérgamo havia o culto a Esculápio, o deus salvador o deus de serpentes e de curas
Seu colégio de sacerdotes médicos era famoso
Ali estava a sede de uma famosa escola de medicina onde recebiam vários doentes do mundo todo em busca de cura
E quando as curas aconteciam a crendice se misturava com a ciência, as curas muitas vezes eram atribuídas ao deus serpente, Esculápio
• Quarto: em Pérgamo também estava o centro asiático do culto ao imperador • Ali foi construído o primeiro templo a um imperador vivo, Cesar Augusto • Uma vez por ano todos os súditos tinham que ir ao templo de Cesar e queimar incenso dizendo:” Cesar é Senhor” • Isso era símbolo de lealdade a Roma, uma cidade com liberdade religiosa • Depois desta declaração a Cesar, você poderia ter qualquer religião
Finalmente em Pérgamo estava o trono de Satanás
Ele não apenas habitava na cidade, mas lá estava seu trono
O trono de Satanás é marcado pela pressão e pela sedução
Onde Satanás reina e predomina a cegueira espiritual, floresce o misticismo, propaga-se o paganismo, a mentira religiosa, bem como a perseguição e a sedução ao povo de Deus
Cristo não apenas conhece as obras da igreja e suas tribulações, mas também conhece as tentações que assediam sua igreja, conhece o ambiente em que ela vive
Cristo sabe que a igreja está rodeada por uma sociedade não cristã, com valores mundanos, com heresias bombardeando-a a todo instante

Uma igreja capaz de enfrentar a morte por Jesus
Cristo conhece a lealdade desta igreja
Mesmo com a pressão por cultos pagãos os crentes de Pérgamo só professavam o nome de Jesus, eles tinham mantido suas convicções teológicas mesmo no meio desta babel religiosa
A perseguição não os intimidou
Antipas, pastor da igreja de Pérgamo, segundo Tetuliano, foi colocado dentro de um boi de bronze e este foi levado ao fogo até ficar vermelho, morrendo servo de Deus sufocado e queimado
Ele resistiu a apostasia até a morte
Cristo vê uma igreja que começa a negociar a verdade
Como satanás ao usar a perseguição não teve Êxito, mudou sua tática para a sedução
A proposta agora não é substituição, mas a mistura
Não é apostasia aberta, mas ecumenismo
Alguns membros começaram a abrir a guarda e a ceder diante da sedução do engano religioso
Na igreja tinham os crentes fiéis e os que estavam se desviando da verdade
Na mesma igreja há aqueles que permanecem firmes e aqueles que caem
Cristo vê uma igreja que começa a ceder às pressões do mundo
O pecado enfraquece a igreja
A igreja só é forte quando é santa
Sempre que a igreja se mistura com o mundo e adota seu estilo de vida, ela perde seu poder e sua influência
O grande problema de Pérgamo é que enquanto uns sustentavam a doutrina de
*Balaão, os demais membros da igreja se calaram em um silêncio estranho
A infidelidade aninhou-se dentro da igreja com a adesão de uns e o conformismo de outros
A igreja tornou-se infiel
Parecia que a igreja queria submergir suas diferenças doutrinárias no oceano do amor fraternal

*Balaão – foi um homem com algum entendimento espiritual e levou o povo israelita a pecar com as mulheres moabitas e isso que aos poucos as religiões se misturassem. Uma igreja que busca favores humanos acaba se comprometendo com suas práticas, é uma troca, eu dou, mas também quero.
Esmirna era a igreja perseguida e Pérgamo era a igreja favorecida
Cristo diagnostica a igreja e identifica a fonte do pecado
Jesus diz que a fonte do pecado é o diabo (Ap 2.13)
Satanás não somente habitou em Pérgamo, mas também a governou
Seus numerosos templos, santuários e altares
Seu labirinto de filosofias anticristãs, sua tolerância com a imoralidade dos nicolaítas e balaamitas ostentavam um testemunho em favor do domínio maligno
A bíblia diz que Satanás é um ser espiritual, inteligente, poderoso e inescrupuloso
A cidade estava mergulhada na confusão mental da heresia
O reino de Satanás é onde as trevas reinam
Ele é o príncipe deste mundo de trevas, ele odeia a luz
Ele é mentiroso e enganador
Ele cega o entendimento dos descrentes, ele instiga os homens a pecar e os induz ao erro
Cristo julga os que se rendem ao pecado
Jesus exorta os faltosos ao arrependimento (Ap 2.16)
A igreja precisava expurgar aquele pecado de tolerância com o erro doutrinário e com a libertinagem moral
A igreja precisava arrepender-se de seu desvio doutrinário e de seu desvio de conduta
Verdade e vida precisam ser pautados pela palavra de Deus
Embora juízo caia sobre os que se desviarem, a igreja toda é discipulada e envergonhada por isso
A igreja precisa arrepender-se de sua tolerância com o erro
Embora apenas alguns membros da igreja se desviaram, os outros devem se arrepender porque foram tolerantes com o pecado
Enquanto em Éfeso os crentes odiavam as obras dos nicolaítas, aqui em Pérgamo eles toleravam estas obras
Cristo premia os vencedores
Jesus diz que os vencedores comerão do maná escondido (Ap 2.17)
O maná escondido refere-se ao banquete permanente que teremos no céu
Aqueles que rejeitam o luxo das comidas idólatras nesta vida terão o banquete com as iguarias de Deus no céu
Jesus diz que os vencedores receberão uma pedrinha branca (Ap 2.17)
Essa pedrinha pode ter pelo menos dois significados:
Pode ser uma espécie de entrada ao banquete, um tipo de bilhete para admissão a festa messiânica
Em sinal de amizade, onde cada um ficava com uma metade da pedra
A sentença de absolvição correspondia a uma maioria de pedras brancas e a de condenação a uma maioria de pedras pretas
A pedrinha branca é símbolo de nossa admissão no céu, na festa das bodas do cordeiro
Quem deixa as festas do mundo vai ter uma festa verdadeira onde a alegria vai durar para sempre
Para finalizar, Jesus diz que os vencedores receberão um novo nome (Ap 2.17)
John Scottt diz que o maná escondido é Cristo e que o novo nome é Cristo
Devemos nos deliciar com o maná e compreender o novo nome
Isaias 62.2 – 65.15 profetizou este novo nome
Pérgamo foi transformada um monte de ruínas imponentes, e no seu lugar hoje existe uma cidade chamada Bergama.

As fontes de consulta para estes próximos estudos são as bíblias de estudo:
NVI – Nova versão internacional
Aplicação Pessoal
Plenitude
Pentecostal
E do livro “ouça o que o espírito diz as igrejas”, de Hernandes Dias Lopes

Espero que tenha gostado deste estudo e principalmente que tenha entendido a mensagem desta semana.

Que Deus te abençoe e até o próximo estudo.

Silvio Vicarri

Recommended Posts
0